quinta-feira, 18 de outubro de 2012

bad things.

Tumblr_mc3vn7b0du1r89amuo1_500_large

Estou frustrada.
Ele podia ter acabado comigo à muito tempo e até ter dito coisas muito mais egoistas e anormais. Mas teria sofrido tudo a seu tempo. 
Deixou-me mais de um mês sem uma palavra.
Até que o limite chega.
Já andava conformada. Já sorria desde manhã à noitinha.
Desde o momento que decidi deixar de me preocupar.


Mas depois, por qualquer sinal, lembrei-me.
A verdade é que depois de uma tentativa de chamada e uma mensagem mais agressiva, consegui fazer com que o nome dele voltasse a aparecer no ecrã do meu telemóvel.
Custou.
De muita coisa que disse, acabou por nem dizer quase nada.
Teve a lata de me deixar de me responder...
Uma amiga minha começou a falar com ele (via fb), já que ele para mim, nunca fica online.
Ainda bem que ela falou.
Agora tenho a certeza que ele sabe o que passei por ele.
2012_10_when-a-girl-is-silent-shes-either-over-thinking-tired-676029-403-403_largeEspero que se fique a sentir realmente mal... Eu também fiquei.

Tumblr_mc2cxaiitn1rgkx0po1_500_large 











Ele ligou-me.
Eu chorava.
Houve intervalos de silêncio.
Ele disse que começou uma vida de novo. Estava sempre a pedir desculpa.
Mas, quanto mais me pedia desculpa, mais chateada ficava.
Eu apenas disse duas frases.
Ele disse que não me conseguia encarar por tudo o que fez.
Até que, numa certa altura ele disse: "e depois conheci outra pessoa"
Desliguei-lhe o telemóvel, desliguei o computador, apaguei as luzes, peguei na almofada e fui para debaixo dos cobertores.
Ele não devia......

Cobarde, otário, egoísta, insensível!


Ele pediu-me para compreender.
Eu nunca vou compreender.
Tumblr_m9uca2pp171qfs5euo1_1280_large

XOXO
SecretSoul

4 comentários:

SM. disse...

"eu" também "nunca vou compreender" :x

Mariana disse...

Não queria ser eu a dar-te aquelas notícias, porque sabia que tu já estavas mal demais :s peço desculpa, eu não consigo ver-te assim...

inês. disse...

inesblogmagazine.blogspot.pt

Cerejinha Mei@ Amarga disse...

Isso passa. Tudo passa. Ainda vais encontrar alguém que te vai dar o devido valor.