quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Difícil de começar



    Peço desculpa às minhas seguidoras lindas por me
ter desleixado um pouco com a frequências dos post's.. 


  A verdade é que sou "um pouco" perfecionista. As pessoas que me rodeiam podem até nem notar. Mas é um grande defeito meu...
  Se for fazer alguma coisa, ou o quero muito, ou então faço-o com a máxima dedicação e intenção de sair 'perfeito'...
  A parte má, mas verdadeira, é que ainda não encontrei algo a que seja realmente boa... E quando tento acertar, há sempre algo ou alguém para, de alguma maneira, deitar o minimamente aceitável a baixo.
  Também, quando algo não está bem, eu digo. O problema é que aparentemente as pessoas chamam a isso: resmungar, reclamar! E continuam a dizer para não dar a minha opinião negativa sobre tudo, para deixar de encontrar o lado mau nos actos e nas falas, e ser mais responsável apenas por mim, etc, etc.
      O facto é que vivemos num mundo derrotista! Não importa quantas coisas boas nós façamos  ninguém vai perceber, ninguém vai dar atenção, ninguém te vai elogiar por isso. "As coisas boas são para ser feitas. É o normal. É o que se espera"  
               A isso, eu digo: NÃO! Se há assim tanta coisa para "resmungar" como algumas pessoas dizem, é porque o que é bom está a substituído por algo que não tem o mesmo significado. Se as pessoas nem são reconhecidas, perdem o entusiasmo. 
      -Um não: somos as piores pessoas do mundo! "Se tivesses 'feito' tal, tinhas 'tal', agora não vais ter" (...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)(...)
      -Um sim: está tudo bem... Recebemos um "obrigada/o"... e mais nada.

 -Estejam atentos/as às melhores coisas da vida! Elas contam também! E aprendam que, chamam-se opiniões e criticas que podem ser construtivas, (pelo menos eu) não o 'fazemos' porque é o nosso hobbie favorito! 
  -Apenas respondam: "Desculpa se não sou perfeita como tu. Podes fazer um favor a ti própria e não me perguntar nada :)"


   Gostava que as pessoas percebessem que ao fim de algum tempo com os mesmo
comentários derrotistas, podem mesmo derrotar a alma de uma pessoa.

XOXO
SecretSoul
      

5 comentários:

Luísa Abreu disse...

Também já me senti assim como tu! Mas estou a aprender a controlar isso, porque é uma sensação que corroi mesmo e nos impede de fazer muita coisa passado algum tempo :|

sara disse...

Eu nunca fui perfecionista a 100%, sempre gostei de fazer as coisas bem, mas estranhamente, nunca ser a melhor. Talvez por isso, agora não há nada em que sinto realmente que é a minha «vocação», algo que gosto mesmo de fazer e sou boa no que faço.
As pessoas parece que vivem no topo de uma montanha em que nada as atinge, mas que podem atingir todos, parece que não sabem qual é a sensação de ser derrotados por um simples comentário. *

Joana disse...

Concordo a 100% contigo! É triste :/ e nada entusiasmante!

Liliana disse...

tanta razao

sara disse...

se magoa :O